DRAIKANER

Site oficial do grupo de Boffering Draikaner, com updates e notícias.

Arquivos de tags: Treino Estratégico

O rugido do Dragão

Boa noite, queridxs Dragões!

niver7

BREAKING NEWS with Tânia – A TÂNIA

Começamos esse post falando do nosso aniversário (04/07/2010) de 7 anos: muita comida, bebida, conversa e CAMPAIS no dia 08 de Julho. Duelos ao sabor do vento vespertino do nosso amado Parque Ibirapuera ao som de uma caixa de som que não aguentou nem o aquecimento.

Apesar da bateria da caixa não ter aguentado, os nossos membros fizeram o contrário e lutaram bravamente. Inclusive houve um Torneio interno organizado, como de costume, pelo Cavaleiro Russo onde os combatentes eram apresentados com seus nomes e alcunhas, que por si só já foram fantásticos: “Luan – O Brancaleone de Nortúmbria”, “Valente – Nyam”, “Pantera – O Rei da Brisa”, “Toshie – ToshieToshieToshie”, “Ghenis – O Perfurador”, e muitos mais. Durante os combates, houve muita torcida e se demonstrou um grande laço de irmandade entre os participantes João Pedro, que eram 3 e fizeram muito barulho antes, durante e depois de suas batalhas.

Este slideshow necessita de JavaScript.

O grande vencedor do torneio de 2017 foi  o Capitão Vinny, “O Anão”, que derrotou o Cavaleiro Luan Vigil na final.

VINNY
O dia raiou, e pela manhã começou o desfile tradicional em frente ao Obelisco com a salva de 21 tiros que não foi capaz de levantar nossos soldados caídos de sono, sendo notada apenas pelo Capitão Sempre Alerta que mantinha a vigia do grupo.

Créditos das fotos do aniversário: Tânia

dk-7-anos.jpg

Após as festividades, no dia 09 de Julho começou o 21° Treino oficial do ano – Multidisciplinar com o Capitão Safadão, que utilizou diferentes modalidades de Swordplay para trabalhar espírito de equipe, sinergia, movimentação e a aplicação de táticas e formações. Também foi recolhido o restante do pagamento dos inscritos não-isentos do 7° Encontro Paulista de Swordplay. Esse ano, o Draikaner contará com 57 inscritos no total, sendo 49 em campo durante as Batalhas Massivas e os demais representarão o clã trabalhando pelo evento.

treino1.jpg

Créditos: Foto: Cavaleiro Luan / Câmera: Sargento Sereia (Letícia Abreu)

Nesse post, dedicamos uma publicação do Departamento de Memes a todos os Swordplayers de São Paulo e Brasil afora.

meme

No dia 16 de Julho, ocorreu o 22° Treino – Específico, com os instrutores: Capitão Tamires, Capitão Pitu e Cavaleiro Kazuichi. Foram passados conceitos de ataque, defesa, movimentação e alcance aos membros e o Treino de Novatos foi dado pela Soldado Toshie, que como sempre ensinou muito aos nossos BABY dragons. Também houve Vistoria de armas pré-EPS e um Workshop de reforma de armas.

Fotos por: Lucy

Após o Treino Específico, no dia 18 de Julho nosso Capitão Jake mandou uma foto de sua viagem, homenageando o clã mesmo na baixa temperatura e a muitos quilômetros de distância. Deixamos aqui registrado seu gesto, e também nossa gratidão e alegria em ver que família é família. SALVE JAKE!!!


LEMBRETE: É NECESSÁRIO Preencher o formulário do Termo de Participação e se for menor de idade, também imprimir (Termo em PDF), pedir para um responsável maior de idade assinar, digitalizar o Termo preenchido e assinado assim como enviá-lo para draikaner@gmail.com. Caso contrário, estará proibido de participar dos treinos e atividades.


JAKE homenagem

No dia 23 de Julho, tivemos o 23° Treino do ano – Estratégico com o Cavaleiro Cristo que teve como foco: funções de combate, combates em áreas delimitadas, combates com números iguais, combates com desvantagem numérica e análise de combate. Esse foi nosso último treino antes do VII Encontro Paulista de Swordplay, então façam bom proveito de tudo que aprenderam pois na semana que vem haverá um mar de escudos, um céu de flechas e uma tempestade de lâminas para vocês colocarem os ensinamentos em prática.
Fotos: Cristo

ATENÇÃO: no próximo domingo, 30 de julho, não haverá treino do Draikaner no Parque Ibirapuera! Estaremos no Parque Villa-Lobos das 07h00 às 19h00, para o VII EPS

treinotreino

[CORNWELL, Bernard. In: The Flame Bearer. UK: HARPERCOLLINS, 2016. p.258-260.]

Agora, uma passagem de Bernard Cornwell no seu livro 10° livro da série As Crônicas Saxônicas para vocês dormirem bem antes do EPS:

Quando somos jovens, ansiamos pela batalha.

Nos salões iluminados pelo fogo, ouvimos canções sobre heróis – como eles mataram na guerra, romperam a parede de escudos e encharcaram a espada com o sangue dos inimigos.
Quando jovens, ouvimos os guerreiros se vangloriando, ouvimos suas risadas enquanto se lembram das batalhas e seus gritos de orgulho quando seu senhor os faz recordar alguma vitória difícil. E os jovens que não lutaram, que ainda não seguraram os escudos ao lado de outro homem na parede, são menosprezados.

Por isso treinamos.

Dia após dia treinamos com lança, espada e escudo. Começamos na infância, aprendendo a brandir uma espada com armas de madeira, e hora após hora somo golpeados e golpeados.
Lutamos contra homens que nos machucam para ensinar, aprendemos a não chorar quando o sangue do couro cabeludo cobre os olhos, e lentamente ficamos mais habilidosos com a espada. 
Então chega o dia em que recebemos a ordem de marchar com os homens, não como crianças para segurar os cavalos e catar armas depois da batalha, e sim como homens.

Somos quase homens, não exatamente guerreiros, e em algum fatídico dia encontramos um inimigo pela primeira vez e ouvimos as canções da batalha, o choque ameaçador das lâminas contra os escudos, e começamos a descobrir que os poetas estão errados e que as canções que falam de orgulho mentem. Mesmo antes de as paredes de escudos se encontrarem, alguns homens se cagam. Eles tremem de medo. Bebem hidromel e cerveja. Alguns se vangloriam, entretanto a maioria fica em silêncio até que se juntam num cântico de ódio.

Alguns contam piadas e a risada é nervosa. Outros vomitam.

Nossos líderes de batalha discursam para nós, falam dos feitos dos nossos ancestrais, da imundície que é o inimigo, do destino das nossas mulheres e crianças se não vencermos. E entre as paredes de escudos os heróis se pavoneiam, desafiando-nos ao combate um contra um.

O pensamento voa, o medo reina. Então é gritada a ordem de acelerar a carga, e você corre ou tropeça, mas fica na sua fileira porque esse é o momento pelo qual passou uma vida inteira se preparando. E então, pela primeira vez, ouve o trovão das paredes de escudos se encontrando, o clangor das espadas, e começaram os gritos.

Isso nunca vai acabar.

Mas então algum guerreiro enlouquecido vem gritando o nome imundo do deus dele na sua cara. As únicas ambições dele são matar você, estuprar sua esposa, escravizar suas filhas e tomar sua casa, por isso você precisa lutar.

Então verá homens morrendo com tripas embrenhadas na lama, com o crânio aberto, sem os olhos, os ouvirá engasgando, ofegando, chorando, gritando. Verá seus amigos morrerem, escorregará nas tripas de um inimigo, encarará um homem enquanto enfia a espada na barriga dele e você conhecerá o êxtase da batalha, o júbilo da vitória e o alívio de sobreviver.

Então irá para casa e os poetas vão compor uma canção sobre a batalha. E talvez seu nome seja cantado e você se vanglorie de sua proeza. Os jovens ouvirão com espanto e inveja e você não falará do horror.

Não dirá como é assombrado pelo rosto dos homens que matou, como no último fôlego eles pediram piedades e você não teve nenhuma. Não vai falar dos rapazes que morreram gritando pela mãe enquanto você torcia uma lâmina nas tripas deles e rosnava seu desprezo.

Não vai confessar que acorda à noite coberto de suor, com o coração batendo forte, tentando escapar das lembranças.

Não vai falar disso porque esse é o horror, e o horror é contido no baú do coração, é um segredo. E admiti-lo é admitir o medo, e somos guerreiros.

Não tememos. Pavoneamos. Vamos para a batalha com heróis. Fedemos a merda.

Mas suportamos o horror porque precisamos proteger nossas mulheres, manter nossos filhos longe da escravidão e guardar nossos lares.

Por isso os gritos nunca irão terminar, até que o próprio tempo acabe.”

flame bearer
Anúncios

Fáilte

Bom dia, Swordplayers.

Começamos esta edição com um sincero BEM-VINDO (Failtè), do irlandês e escocês em uma singela homenagem ao saudoso Clã Império. “Alba gu bràth!”

  • Dragões Aniversariantes

Matheus Evangelista (Han Solo) – 3 de Abril
Renato Silvério (Renk) – 6 de Abril
Rodrigo de Almeida Berto – 6 de Abril
Rafael Augusto Almeida – 10 de Abril
Thiago Lago Scarabotto – 28 de Abril
Weslley Maia de Sousa – 29 de Abril

Seguimos falando do 8° Treino do ano (Estratégico), no dia 19 de Março onde os Cavaleiros Cristo e Russo explicaram fundamentos dos combates em grupo, como: Função de Combate das 4 armas básicas, tática, formação e treinos com estratégias fixas e variáveis sem limite de campo.

 

No domingo seguinte, dia 26 de Março, tivemos simultaneamente o 9° treino do ano (Treino Específico) comandado por Greyjoy, Manequim e Sempre Alerta e novatos com a soldado Toshie no Ibirapuera e nossa 2° Visita do ano, ao clã Shadowfax.

shadow 1

Foi uma experiência excelente ao lado destes nobres combatentes.

A Shadowfax é um dos clãs mais antigos de São Paulo, fundado por Ewerton “Ton Ferreiro” em 2008. O clã é composto pelas famílias: Shadowhunter, Stalker, Zhao e RedBeard. Sempre com o objetivo de transmitir cultura e lições de cidadania aos seus membros por meio do Swordplay, eles ensinam conceitos imprescindíveis como honra, companheirismo e coragem.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Agradecemos imensamente ao convite realizado pela Shadowfax por meio do líder e Cavaleiro Veterano Tatu (Leandro Albino). Foi um dia de muita luta e cordialidade entre os membros de ambos os clãs.

Em Mauá, lutamos Campal, 10×10, 1×1, 4×4, mini torneio e finalizamos com o tão pedido Kill the Killer. Aliás, ao final do treino no Ibira, também fizemos um Kill the Killer de despedida. A vitória desse 10×10 ficou com o clã Shadowfax, e enquanto aguardamos a visita e o 10×10 no Ibira vamos treinando fortemente em antecipação.

shadow 5

“JURAMENTO DE NOBRE DA ORDEM SHADOWFAX

Eu juro:
Buscar a perfeição humana
Ter Retidão em minhas ações
Respeitar meus semelhantes
Amar meus familiares
Ser piedoso com os enfermos
Respeitar e ser doce com crianças,
Mulheres e idosos
Defender os oprimidos
Ser justo e valente na guerra e leal na paz”

shadow logo

No próximo domingo, dia 2 de Abril. teremos o 10° Treino do ano (Multidisciplinar) sob o comando de Sempre Alerta e Greyjoy, teremos atividades que focarão no combate em grupo, entrosamento e diferentes modalidades de jogo e funções em combate.

Treino 10

Avisamos também que após o Treino Multidisciplinar, haverá uma reunião com a Távola Redonda sobre o EPS!
A reunião tem como objetivo esclarecer pontos importantes sobre o evento e atrair a maior quantidade de voluntários possível para ajudar na realização do evento que já estará na sua sétima edição e que foi um sucesso ano passado!

Iniciaremos a reunião no treino livre, após a roda de encerramento.

  • Cultura

 

A roda do ano Celta

A Roda do Ano é o calendário que simboliza a concepção de tempo dos Celtas e que era um tanto quanto diferente da atual. Eles não viam o tempo de forma linear, mas circular, cíclico. Seus calendários levavam em conta não só o ciclo solar, como é o nosso, mas também o ciclo lunar. O Ano Celta era dividido em duas metades: uma clara e a outra escura, quente e fria, que eram associadas ao verão e ao inverno, classificadas como:

Festivais do Fogo:     Samhain, Imbolc, Beltane e Lughnasadh.
Festivais Solares:      Solstício de Inverno e Verão, Equinócio de Primavera e Outono.

Apesar de não haver nenhuma evidência concreta de que os celtas comemorassem os Festivais Solares, apenas os Grandes Festivais Celtas do Fogo, há relatos de cerimônias galesas que possuem fortes características sazonais associadas à terra, conforme nos diz J.A. MacCulloch, no livro “A Religião dos Antigos Celtas”, que sugere detalhes sobre os Solstícios e os Equinócios. (Entenda melhor aqui)

Wheel_of_the_year_Plaque_large_1024x1024.jpg

Originários da tradição celta, os Sabbats (festivais de celebração da mudança de estação) ocorrem oito vezes ao ano, levando-se em conta Equinócios e Solstícios.

O Samhaim era o festival em que se comemora a passagem do ano dos celtas. Marca o fim do ano velho e o começo do ano novo. O Samhain inicia o inverno, uma das duas estações do ano dos celtas. Era a época em que acreditava-se que as almas dos mortos retornavam a suas casas para visitar os familiares, para buscar alimento e se aquecerem no fogo da lareira. (1 de Maio)

samhain-bonfire

O Yule é um festival comemorado no Solstício de Inverno. Em galês este festival é conhecido como Alban Arthan, a Luz de Arthur ou a Luz do Inverno, uma versão poética, que relaciona o Solstício de Inverno às lendas do rei Arthur, como Arcturus, o guardião do urso, à estrela mais brilhante do Hemisfério Norte, que celebra este festival em dezembro. As noites se tornam mais longas que o dia e o inverno, por fim, se estabelece. A partir desta data, a luz solar começa aumentar gradativamente, apesar do tempo frio. (21-23 de Junho)

O Imbolc é o festival dedicado ao aumento da luz, com o final do inverno e o despertar das sementes sob o solo, simbolizando os primeiros sinais de vida, garantindo à fertilidade e a renovação das esperanças. É a época onde celebramos o retorno do Sol, que ainda não ganhou força suficiente para banir de vez o frio do inverno. Esse Sabbat é mencionado em algumas das primeiras literaturas irlandesas e há evidências de que tenha sido uma data importante desde os tempos antigos para os povos celtas. Acredita-se que ela era originalmente uma festa celta pagã, associada com a deusa Brighid.           (1 de Agosto)

imbolc.jpg

O Ostara é o festival celebrado no dia 21 de setembro com o Equinócio da Primavera. Em galês este festival é conhecido como Alban Eilir ou a Luz da Terra, representa cura e regeneração com as bênçãos dos campos e das sementes. É quando o dia e a noite se tornam iguais, portanto, uma data de equilíbrio e reflexão interior.  (21-23 de Setembro)

O Beltane é o oposto de Samhain e representa o início do verão e o final do inverno. Esse festival marca a entrada da parte clara do ano. Beltane significa literalmente “fogo brilhante” ou “fogos de Bel”, em homenagem a Bilé, considerado o pai dos Deuses e dos homens. As fogueiras, no topo dos montes e em lugares sagrados, eram rituais muito importantes na mitologia céltica, principalmente, para a purificação do gado.                 (31 de Outubro)

glastonbury-beltane-2015-34-1024x678.jpg

O Litha, festival é conhecido como Alban Hefin ou a Luz do Verão em galês, é o êxtase máximo da união sagrada. Celebrado no Solstício de Verão, este é o dia mais longo do ano, no ápice do verão, aproveite para meditar sob o sol da manhã, celebrando durante todo o dia até o anoitecer, trazendo assim, toda magia solar para o seu interior. Esta é uma boa época para se homenagear o Sol, nas tradições pagãs costuma-se pular fogueiras para a purificação, a fertilidade, a saúde e o amor. (21-23 de Dezembro)

O Lughnasadh é um dos quatro Festivais Celtas do Fogo e, basicamente, um ritual agrícola de agradecimento, onde se comemora o primeiro dos três festivais da colheita, dedicado ao Deus Lugh, seu nome significa “Luz” – belo como o Sol. Época ideal para agradecermos às nossas colheitas, sejam elas boas ou não, pois sabemos que na natureza tudo é necessário para o crescimento espiritual. Lughnasadh literalmente significa “Jogos de Lugh”, isso se deve ao antigo costume celta de promover encontros tribais, feiras e competições esportivas, denominado “Oenach”, quando os clãs se reuniam em paz, para honrar a soberania da terra e resolver questões jurídicas. (2 de Fevereiro)

Screen-Shot-The-Owl-Grove-Druid-Group-500x285.png

O Mabon, festival do Equinócio de Outono conhecido como Alban Elfed em galês, a Luz do Outono ou a Luz da Água, período onde se comemora a segunda colheita, iniciada em Lughnasadh. A vegetação e a luz solar diminuem e os mistérios da vida e da morte se fazem presentes. Mais uma vez, os dias e as noites são iguais. Nessa época, lembre-se também daqueles que estão doentes e das pessoas mais velhas, que precisam da nossa ajuda, dirija-lhes palavras de amor e carinho, antes da travessia ao Outro Mundo.
(21-23 de Março)

Fonte: http://www.templodeavalon.com/

 

Fiquem atentos ao calendário!

calendar

In gladius victoria est !

Cavalaria Draikaner

Punho fechado

Olá, dragões.

Começamos este post contando da nossa jornada em 04 de Março no 2° Aniversário Geek, que foi uma aventura e tanto com todas as suas atrações e stands presentes além dos cosplayers que fizeram um excelente desfile ao final das palestras.

Pelo Draikaner, compareceram: Cristo, Chapolin, Toshie, Pitu, JP, Corretor e Pantaneiro.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Agradecemos o convite e hospitalidade do Luciano Marzocca, fotos do Ribas Machado (www.olharimparcial.com) e a camaradagem dos outros stands, em especial: Rafael Carnovalli, Turma do Gavião, Cosline assim como os Cosplayers (Salve para Rorschach, Deadpool e Ravena). Prestigiaram o evento também: L1, L2, Andy, Bofete e Trakinas.

Após o evento, os organizadores entregaram as doações arrecadadas à Fundação Maria Carolina. Confira as fotos da entrega abaixo.

 

Mal havia passado a euforia do evento e lá estava o Draikaner em guarda novamente, desta vez para o Teste de Graduação no Domingo, 05 de Março, sob um sol até que suportável para os padrões climáticos das últimas vezes.

“Superação e resistência são palavras que definem o sentimento de quem participou do Teste de Graduação desse domingo. Graduandos e aplicadores em uma verdadeira prova de coragem, ambos expostos aos caprichos climáticos da vontade divina. Primeiro um sol intenso que até fez o treino de novatos montar acampamento debaixo das sombras dos pinheiros. Depois, quase duas horas de temporal trouxeram o momento mais crítico do dia, onde Guerreiros, Soldados e Sargentos disputavam combates em grupo, sob trovões, ventania e muita água do céu. Enquanto o Teste se desenrolava, Luan puxava o Treino de Novatos, que teve combates individuais e campais.

Nenhum Draikaner desistiu de se por à prova até o minuto final. Sob baixa temperatura, eles perceberam que no campo de batalha a única forma de se aquecer é com movimento e calor humano. Os que tremiam de frio eram confortados por quem estava ao lado. Os que choravam desapontados com a própria conduta eram motivados. São esses momentos que criam os laços de irmandade, tornando-nos irmãos e irmãs de armas.

corredor.jpg

Este slideshow necessita de JavaScript.

Todos provaram para si que são capazes de superar desafios e nisso consiste a Vitória.”

Texto: Luan VS / Fotos: Sami Nappo

  • Lista de Aprovados

Novos Guerreiros

Tamara Nogueira da Silva
Caique Teixeira
Caio Scarpa Pilon (Traço)
Diogo zapparoli (Arya stark)
Amanda Malumbre de Morais
Adriano Moreno Myssen Coelho (Neno)
Pedro Oliveira de Souza (Capivara)
Juliana Mai Ajisaka Tanabe (Sam)

Novos Soldados

João Pedro de Oliveira Lopes (Sala)
Gabriel Sousa Nunes (Corretor)
Lauane Beraldo (Lucy)
Vinicius de Moraes Oliveira (Skeeter)
Regis Gonzaga de Lemos (Minotauro)

Novos Sargentos

Letícia Barbosa Jorososki (Ramona)
Diego Franco Rodrigues Oliveira (Pantera)
Iris antonio saraiva mello (manja)

Novos Capitães

Victor Weslley Castro Rafael de Freitas (Chewbacca)
Isabella Paloczy Bugan (Greyjoy)
Tamires Silva Lopes (Tia Tata)
Giovanni Borghi de Vasconcellos (Safadão)

Imagem inline 1

No dia 08 de Março, Dia internacional da Mulher, o Draikaner prestou sua homenagem colocando no ar uma nova página no site: Coletivo Feminino Dragonesas. Saiba mais aqui.

No dia 12 de Março, tivemos simultaneamente um Treino Específico no Ibirapuera e uma visita ao clã Nona Legião, em Suzano.

No Ibirapuera, os Capitães Greyjoy & Jake (Espadas), Cass (Escudos) e o Cavaleiro Russo (Lanças) proporcionaram uma tarde repleta de exercícios, combates, campais e movimentação aos membros participantes. A Soldado Toshie instruiu os Novatos, passando adiante nossos valores, lema, base e noções básicas de combate.

Enquanto isso, em Suzano o Cavaleiro Cristo; Capitães Pitu, Tamires, JP; Sargento Pantera; Soldados Corretor e Minotauro representavam o nosso clã em Campais, Caça-Bandeiras e Kill the Killer com nossos amigos da Nona Legião e alguns membros da Falkisgate. O Treino foi bem livre e tivemos muitas oportunidades de experimentar técnicas, táticas e golpes assim como por nossa resistência física à prova com poucos intervalos para reestabelecer as energias.

suzano1

Visita Nona Legião - 12-03-15

No próximo Domingo, dia 19 de Março, teremos Treino Estratégico com o Cavaleiro Cristo com foco em: formações, fundamentos da Arte da Guerra, movimentação em grupo, contra-estratégia e voz de comando.

Strat.JPG

 

Conferindo nosso calendário, saudamos e felicitamos os aniversariantes deste mês:

João Pedro de Oliveira Lopes (Sala) – 03/03
Guilherme Mendes Maia (Gengar) – 09/03
Larissa Carvalho dos Santos (Valente) – 16/03
Lorrayne Cardoso Trindade (Nienor) – 28/03

Matheus Teixeira dos Santos (Ragnar) – 30/03

Capturar

 

Cavalaria Draikaner