DRAIKANER

Site oficial do grupo de Boffering Draikaner, com updates e notícias.

Arquivos de tags: Celtas

Fáilte

Bom dia, Swordplayers.

Começamos esta edição com um sincero BEM-VINDO (Failtè), do irlandês e escocês em uma singela homenagem ao saudoso Clã Império. “Alba gu bràth!”

  • Dragões Aniversariantes

Matheus Evangelista (Han Solo) – 3 de Abril
Renato Silvério (Renk) – 6 de Abril
Rodrigo de Almeida Berto – 6 de Abril
Rafael Augusto Almeida – 10 de Abril
Thiago Lago Scarabotto – 28 de Abril
Weslley Maia de Sousa – 29 de Abril

Seguimos falando do 8° Treino do ano (Estratégico), no dia 19 de Março onde os Cavaleiros Cristo e Russo explicaram fundamentos dos combates em grupo, como: Função de Combate das 4 armas básicas, tática, formação e treinos com estratégias fixas e variáveis sem limite de campo.

 

No domingo seguinte, dia 26 de Março, tivemos simultaneamente o 9° treino do ano (Treino Específico) comandado por Greyjoy, Manequim e Sempre Alerta e novatos com a soldado Toshie no Ibirapuera e nossa 2° Visita do ano, ao clã Shadowfax.

shadow 1

Foi uma experiência excelente ao lado destes nobres combatentes.

A Shadowfax é um dos clãs mais antigos de São Paulo, fundado por Ewerton “Ton Ferreiro” em 2008. O clã é composto pelas famílias: Shadowhunter, Stalker, Zhao e RedBeard. Sempre com o objetivo de transmitir cultura e lições de cidadania aos seus membros por meio do Swordplay, eles ensinam conceitos imprescindíveis como honra, companheirismo e coragem.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Agradecemos imensamente ao convite realizado pela Shadowfax por meio do líder e Cavaleiro Veterano Tatu (Leandro Albino). Foi um dia de muita luta e cordialidade entre os membros de ambos os clãs.

Em Mauá, lutamos Campal, 10×10, 1×1, 4×4, mini torneio e finalizamos com o tão pedido Kill the Killer. Aliás, ao final do treino no Ibira, também fizemos um Kill the Killer de despedida. A vitória desse 10×10 ficou com o clã Shadowfax, e enquanto aguardamos a visita e o 10×10 no Ibira vamos treinando fortemente em antecipação.

shadow 5

“JURAMENTO DE NOBRE DA ORDEM SHADOWFAX

Eu juro:
Buscar a perfeição humana
Ter Retidão em minhas ações
Respeitar meus semelhantes
Amar meus familiares
Ser piedoso com os enfermos
Respeitar e ser doce com crianças,
Mulheres e idosos
Defender os oprimidos
Ser justo e valente na guerra e leal na paz”

shadow logo

No próximo domingo, dia 2 de Abril. teremos o 10° Treino do ano (Multidisciplinar) sob o comando de Sempre Alerta e Greyjoy, teremos atividades que focarão no combate em grupo, entrosamento e diferentes modalidades de jogo e funções em combate.

Treino 10

Avisamos também que após o Treino Multidisciplinar, haverá uma reunião com a Távola Redonda sobre o EPS!
A reunião tem como objetivo esclarecer pontos importantes sobre o evento e atrair a maior quantidade de voluntários possível para ajudar na realização do evento que já estará na sua sétima edição e que foi um sucesso ano passado!

Iniciaremos a reunião no treino livre, após a roda de encerramento.

  • Cultura

 

A roda do ano Celta

A Roda do Ano é o calendário que simboliza a concepção de tempo dos Celtas e que era um tanto quanto diferente da atual. Eles não viam o tempo de forma linear, mas circular, cíclico. Seus calendários levavam em conta não só o ciclo solar, como é o nosso, mas também o ciclo lunar. O Ano Celta era dividido em duas metades: uma clara e a outra escura, quente e fria, que eram associadas ao verão e ao inverno, classificadas como:

Festivais do Fogo:     Samhain, Imbolc, Beltane e Lughnasadh.
Festivais Solares:      Solstício de Inverno e Verão, Equinócio de Primavera e Outono.

Apesar de não haver nenhuma evidência concreta de que os celtas comemorassem os Festivais Solares, apenas os Grandes Festivais Celtas do Fogo, há relatos de cerimônias galesas que possuem fortes características sazonais associadas à terra, conforme nos diz J.A. MacCulloch, no livro “A Religião dos Antigos Celtas”, que sugere detalhes sobre os Solstícios e os Equinócios. (Entenda melhor aqui)

Wheel_of_the_year_Plaque_large_1024x1024.jpg

Originários da tradição celta, os Sabbats (festivais de celebração da mudança de estação) ocorrem oito vezes ao ano, levando-se em conta Equinócios e Solstícios.

O Samhaim era o festival em que se comemora a passagem do ano dos celtas. Marca o fim do ano velho e o começo do ano novo. O Samhain inicia o inverno, uma das duas estações do ano dos celtas. Era a época em que acreditava-se que as almas dos mortos retornavam a suas casas para visitar os familiares, para buscar alimento e se aquecerem no fogo da lareira. (1 de Maio)

samhain-bonfire

O Yule é um festival comemorado no Solstício de Inverno. Em galês este festival é conhecido como Alban Arthan, a Luz de Arthur ou a Luz do Inverno, uma versão poética, que relaciona o Solstício de Inverno às lendas do rei Arthur, como Arcturus, o guardião do urso, à estrela mais brilhante do Hemisfério Norte, que celebra este festival em dezembro. As noites se tornam mais longas que o dia e o inverno, por fim, se estabelece. A partir desta data, a luz solar começa aumentar gradativamente, apesar do tempo frio. (21-23 de Junho)

O Imbolc é o festival dedicado ao aumento da luz, com o final do inverno e o despertar das sementes sob o solo, simbolizando os primeiros sinais de vida, garantindo à fertilidade e a renovação das esperanças. É a época onde celebramos o retorno do Sol, que ainda não ganhou força suficiente para banir de vez o frio do inverno. Esse Sabbat é mencionado em algumas das primeiras literaturas irlandesas e há evidências de que tenha sido uma data importante desde os tempos antigos para os povos celtas. Acredita-se que ela era originalmente uma festa celta pagã, associada com a deusa Brighid.           (1 de Agosto)

imbolc.jpg

O Ostara é o festival celebrado no dia 21 de setembro com o Equinócio da Primavera. Em galês este festival é conhecido como Alban Eilir ou a Luz da Terra, representa cura e regeneração com as bênçãos dos campos e das sementes. É quando o dia e a noite se tornam iguais, portanto, uma data de equilíbrio e reflexão interior.  (21-23 de Setembro)

O Beltane é o oposto de Samhain e representa o início do verão e o final do inverno. Esse festival marca a entrada da parte clara do ano. Beltane significa literalmente “fogo brilhante” ou “fogos de Bel”, em homenagem a Bilé, considerado o pai dos Deuses e dos homens. As fogueiras, no topo dos montes e em lugares sagrados, eram rituais muito importantes na mitologia céltica, principalmente, para a purificação do gado.                 (31 de Outubro)

glastonbury-beltane-2015-34-1024x678.jpg

O Litha, festival é conhecido como Alban Hefin ou a Luz do Verão em galês, é o êxtase máximo da união sagrada. Celebrado no Solstício de Verão, este é o dia mais longo do ano, no ápice do verão, aproveite para meditar sob o sol da manhã, celebrando durante todo o dia até o anoitecer, trazendo assim, toda magia solar para o seu interior. Esta é uma boa época para se homenagear o Sol, nas tradições pagãs costuma-se pular fogueiras para a purificação, a fertilidade, a saúde e o amor. (21-23 de Dezembro)

O Lughnasadh é um dos quatro Festivais Celtas do Fogo e, basicamente, um ritual agrícola de agradecimento, onde se comemora o primeiro dos três festivais da colheita, dedicado ao Deus Lugh, seu nome significa “Luz” – belo como o Sol. Época ideal para agradecermos às nossas colheitas, sejam elas boas ou não, pois sabemos que na natureza tudo é necessário para o crescimento espiritual. Lughnasadh literalmente significa “Jogos de Lugh”, isso se deve ao antigo costume celta de promover encontros tribais, feiras e competições esportivas, denominado “Oenach”, quando os clãs se reuniam em paz, para honrar a soberania da terra e resolver questões jurídicas. (2 de Fevereiro)

Screen-Shot-The-Owl-Grove-Druid-Group-500x285.png

O Mabon, festival do Equinócio de Outono conhecido como Alban Elfed em galês, a Luz do Outono ou a Luz da Água, período onde se comemora a segunda colheita, iniciada em Lughnasadh. A vegetação e a luz solar diminuem e os mistérios da vida e da morte se fazem presentes. Mais uma vez, os dias e as noites são iguais. Nessa época, lembre-se também daqueles que estão doentes e das pessoas mais velhas, que precisam da nossa ajuda, dirija-lhes palavras de amor e carinho, antes da travessia ao Outro Mundo.
(21-23 de Março)

Fonte: http://www.templodeavalon.com/

 

Fiquem atentos ao calendário!

calendar

In gladius victoria est !

Cavalaria Draikaner